O mundo da moda está em constante atualização. Vira e mexe,

novos modelos de consumo e, com eles, novos termos surgem.

O modelo da vez é o slow fashion, que vem para se opor ao fast fashion e promover uma forma mais sustentável de consumo, incentivando uma maior responsabilidade tanto por parte das marcas quanto dos consumidores.

Mas, para além da oposição ao modelo fast, você sabe o que é slow fashion? Sabe quais são as características que fazem uma empresa ser considerada slow? Para quem quer mudar seus hábitos e se tornar um consumidor mais consciente, é fundamental ter essas informações.

E foi pensando nisso que a Brohood preparou este texto. Na sequência, nós falamos sobre tudo isso, mostrando todas as informações que você precisa saber para compreender plenamente o slow fashion.

Continue a leitura e entenda melhor este movimento tão importante para o mercado da moda!

CUPOM DE DESCONTO

Use CLIENTE BRO e ganhe 20% de desconto em todo site 

Para saber exatamente o que é slow fashion, é preciso voltar um pouco e entender a origem do termo. Quem criou este conceito foi a escritora de moda Angela Murrills em 2004. À época, ela trabalhava para a revista londrina Georgia Straight. Com o passar do tempo, o termo começou a ser adotado por outros portais até tomar a proporção que tem hoje.

Quando o criou, Angela se inspirou no conceito de slow food, originário da Itália dos anos 1990. O slow food tinha como objetivo servir de oposição ao fast food de empresas como o McDonald’s, que eram maiores do que nunca no final do século 20.

Ao invés da comida rápida, praticamente sem valor nenhum para a refeição, o slow food promove a apreciação à comida, desde seu processo produtivo até os benefícios que proporciona ao corpo. O slow fashion, por sua vez, é a exata adaptação deste conceito para o mundo da moda.

Ao contrário do fast fashion praticado por empresas como a Shein, em que os produtos são fabricados, consumidos e descartados com uma rapidez absurda — trazendo consequências negativas para o meio ambiente e péssimas condições de trabalho para os envolvidos na cadeia produtiva —, o slow fashion busca valorizar o trabalho e reduzir os descartes desnecessários.

CUPOM DE DESCONTO

Use CLIENTE BRO e ganhe 20% de desconto em todo site 

Características: como identificar se uma empresa é slow

Mas, e na prática, quais são as características do slow fashion? Como identificar se certas marcas podem ser consideradas slow ou não? Como estamos falando de algo delicado, em que todos os processos estão envolvidos, a principal dica para realmente saber é acompanhar a empresa a fundo, incluindo sua produção.

Na prática, o slow fashion possui algumas características fundamentais, sendo elas:

  • Matérias-primas obtidas de forma consciente, respeitando os recursos naturais;
  • Mão de obra com condições justas de trabalho, beneficiando todos os envolvidos;
  • Correto direcionamento dos resíduos gerados durante a produção das peças;
  • Roupas com maior durabilidade e, na maioria das vezes, mais caras.

Basicamente, estes são os atributos que uma empresa deve ter para poder ser considerada slow. A boa notícia é que empresas que atuam com este direcionamento são muito transparentes em relação a seus métodos produtivos, permitindo que qualquer um veja seus processos após poucas pesquisas.

Portanto, para ter a certeza de que está contribuindo para um consumo consciente, sempre vá atrás de informações mais profundas sobre as empresas de onde compra!

E aí, o que achou das informações que trouxemos sobre o slow fashion? Concorda conosco que esta é a melhor forma de consumir moda? Caso tenha gostado do texto e queira receber mais, não deixe de seguir a Brohood no Instagram!